Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘cultura’ Category

O Grupo Xama Teatro realiza “Oficina de Contadores de Histórias” todos os sábados, com Gisele Vasconcelos e Renata Figueiredo, das 9 às 12h. Dias 19 e 26 de março e nos dias 2 e 9 de abril de 2011.

Local: Espaço Xama, Rua 01, nº 183, São Francisco. Número de Vagas: 20.

Inscrições Antecipadas: 14 a 19 de março, das 15h às 18h, no Espaço Xama Teatro.

Investimento: R$ 80,00 (oitenta reais). Mais informações pelos fones: 91424439, 81113486 e 91165777.

Realização: Grupo Xama Teatro e UFMA.

Fonte: Imirante.com

Anúncios

Read Full Post »

O Centro de Artes Japiaçu (CAJ), por meio da Fundação Municipal de Cultura (Func), abre nesta quinta-feira, 17, a 1ª Mostra Japiaçu. A exposição reúne trabalhos de artesãos, artistas convidados e professores do CAJ e tem como patrono o artista plástico Ambrósio Amorim, que durante muitos anos ministrou aulas de pintura no local. O CAJ é um centro de capacitação e apoio em diversas linguagens artísticas e vem oferecendo à comunidade cursos voltados para a geração de renda através do desenvolvimento de produtos artísticos, utilitários e artesanais. A exposição ficará aberta até o dia 31 de março, de segunda à sexta, das 8h às 19h, no Centro de Artes.

Fonte: Jornal Cazumbá

Read Full Post »


Confira a movimentação do São João em São Luís do Maranhão

21/06 (SEGUNDA-FEIRA)

19h – Quadrilha Mocinha do Sertão

20h – Dança Portuguesa Belíssima de Lisboa

21h – Show de Zé Lopes

22h – Boi Urubu do Maiobão

23h – Bumba-meu-boi de Tajaçoaba

00h – Bumba-meu-boi União da Baixada

22/06 (TERÇA-FEIRA)

19h – Cacuriá Basson

20h – Dança do Boiadeiro Gaúcho Negro

21h – Show Lamparina

22h – Bumba-meu-boi Itapera de Maracanã

23h – Boizinho Incantado

00h – Bumba-meu-boi de Barbosa de Rosário

23/06 (QUARTA-FEIRA)

19h – Show de Luis Guerreiro

20h a 23h – III Clarins da Ilha

BARRACÃO DO FORRÓ

19h – Flor da Serra

22h – Xote e Baião

24/06 (QUINTA-FEIRA)

19h – Dança do Boiadeiro Galera de Cowboy

20h – Bumba-meu-boi de Tajaçoaba

21h – Show de Rosa Reis

22h – Bumba-meu-boi Famosão de H. Campos

23h – Bumba-meu-boi Lírio de São João

00h – Bumba-meu-boi de Santa Fé

25/06 (SEXTA-FEIRA)

19h – Cacuriá da Silvana

20h – Bumba-meu-boi da APAE

21h – Show de Mano Borges

22h – Boi de Palha

23h – Bumba-meu-boi de Apolônio

00h – Bumba-meu-boi Sonho da Terra de S. Bento

01h – Bumba-meu-boi da Pindoba

BARRACÃO DO FORRÓ

19h – Trio Pueirão

22h – Côco Verde

26/06 (SÁBADO)

18h – Teatro “O Boi Desmiolado”

19h – Quadrilha Asa Branca

20h – Tambor de Crioula Arte Nossa

21h – Show de Jorge Tadeu

22h – Boi Barrica

23h – Bumba-meu-boi de Guimarães

00h – Bumba-meu-boi de Axixá

01h – Bumba-meu-boi de Barreto

BARRACÃO DO FORRÓ

19h – Inaldo Bartolomeu

22h – Sales do Acordeon

27/06 (DOMINGO)

18h – Cacuriá Rabo de Saia Mirim

19h – Quadrilha Flôr do Sertão Mirim

20h – Bumba-meu-boi de Teodoro

21h – Show de Papete

22h – Boi Pirilampo

23h – Bumba-meu-boi da Redenção

00h – Bumba-meu-boi de Matinha

28/06 (SEGUNDA-FEIRA)

19h – Tambor de Crioula Lírio de São Benedito II

20h – Bumba-meu-boi de Eliézio

21h – Show de Eugênia Miranda

22h – Bumba-meu-boi Encanto da Ilha

23h – Bumba-meu-boi de Santa Fé

00h – Bumba-meu-boi São José dos Índios

01h – Bumba-meu-boi de Nina Rodrigues

BARRACÃO DO FORRÓ

19h – Sopa de Alho

22h – Trio AZT

29/06 (TERÇA-FEIRA)

19h – Coco Pirinã

20h – Grupo de Dança Flor de Pequi

21h – Show da Banda Maria Preá

22h – Bumba-meu-boi de Dona Zeca

23h – Bumba-meu-boi Brilho da Terra

00h – Bumba-meu-boi Famosão de H. Campos

30/06 (QUARTA-FEIRA)

19h – Dança do Boiadeiro de Alcântara

20h – Bumba-meu-boi da Vila Passos

21h – Show de Daffé

22h – Cacuriá de Dona Teté

23h – Bumba-meu-boi de Guimarães

00h – Bumba-meu-boi Brilho da Ilha

01/07 (QUINTA-FEIRA)

19h – Quadrilha Formosinha do Sertão

20h – Tambor de Crioula Pungar da Ilha

21h – Show de Jr. Gaito e o Bate-chinela

22h – Bumba-meu-boi de Nina Rodrigues

23h – Bumba-meu-boi da Fé em Deus

00h – Bumba-meu-boi de Pindaré

02/07 (SEXTA-FEIRA)

19h – Dança Portuguesa Arte e Beleza de Portugal

20h – Quadrilha Matutos do Olho D´água

21h – Show de Didã

22h – Bumba-meu-boi da Lua

23h – Boi Barrica

00h – Bumba-meu-boi Encanto da Ilha

01h – Bumba-meu-boi da Pindoba

BARRACÃO DO FORRÓ

19h – Forró do Bom

22h – Forró Pegada

03/07 (SÁBADO)

18h – Teatro “A Carroça é Nossa”

19h – Tambor de Crioula de Nivô

20h – Dança Portuguesa Flor de Portugal

21h – Show de Rogéryo du Maranhão

22h – Bumba-meu-boi de Sonhos

23h – Bumba-meu-boi do Maracanã

00h – Bumba-meu-boi Novilho Branco

01h – Bumba-meu-boi da Madre Deus

BARRACÃO DO FORRÓ

19h – Raimundinho do Acordeon

22h – Marinaldo e Zezito

04/07 (DOMINGO)

18h – Grupo Teatral Cartuns

19h – Cacuriá Enroscadinho Mirim

20h – Dança Portuguesa Alegria de Portugal Anil Mirim

21h – Show      Ronald Pinheiro

22h – Bumba-meu-boi de Guimarães

23h – Grupo Piaçaba

00h – Bumba-meu-boi de Axixá

Read Full Post »

Dona Teté, um dos expoentes do cacuriá no Maranhão

Uma das manifestações mais populares na cultura maranhense que tem seu ápice no período junino é o cacuriá. A dança teve início no interior do estado, vista como profana, e encerrava à Festa do Divino. Oriundo da cidade de Guimarães, no Maranhão, foi para capital e passou a acompanhar o bumba-meu-boi nas festas juninas e festivais culturais .

Em São Luís, o cacuriá, como o conhecemos hoje, foi disseminado na década de 1970 por Dona Florinda e Seu Alauriano, mais conhecidos por dona Filoca e seu Lauro. Inicialmente, o cacuriá era praticado unicamente com as caixas, mas aos poucos foi-se acrescentando outros instrumentos, como banjo, violão, clarinete e flauta.

Agregando vários outros ritmos e festas da região como o carimbó, o bumba-meu-boi, os ritmos das caixas da Festa do Divino Espírito Santo e as festividades juninas, o cacuriá caracteriza-se pela sensualidade da dança e pelo repertório que é feito de músicas em geral compostas pelos próprios grupos.

Atualmente, existem cerca de setenta grupos de cacuriá só na capital São Luís.

Fontes:
Centro de Cultura Popular
Cruz, Rita; Soares, Camila; Hartmann, Luciana. Cacuriá: A tradição maranhense em terras candangas. Disponível em: http://bit.ly/cGhkF4

Read Full Post »

Gestores públicos culturais e representantes da sociedade civil organizada de 52 municípios que compõe a Mesorregião Oeste do Maranhão, reuniram-se neste sábado (5), em Imperatriz, para mais uma edição do Fórum Regional de Cultura, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma), com o apoio do Ministério da Cultura (MinC). O evento, que já foi realizado em Arari, Bacabal e Codó, tem o objetivo de debater aspectos ligados à municipalização da cultura, parte fundamental para a captação de recursos, a partir da implantação do Sistema Nacional de Cultura (SNC) do Governo Federal.

Durante a manhã de trabalho, o representante do MinC, Roberto Peixe, participou do painel “Sistemas Nacional, Estadual e Municipal de Cultura”, ao lado da convidada e professora da Universidade Federal do Maranhão, Éster Marques, e do técnico da Secma, Jeovah França. O painel abordou tópicos referentes à Estruturação e Sistema Estadual de Informações Culturais e ao Sistema Nacional de Cultura (Projetos de Emenda Constitucional – PECs -, Projetos de Lei – PLs – e Procultura), além das propostas já elaboradas para o Sistema de Cultura do Maranhão.

Na quarta-feira (9), a última etapa do Fórum Regional de Cultura chega à mesorregião sul, tendo como cidade-base São Raimundo das Mangabeiras, onde estarão reunidos os representantes de 19 municípios.

Para participar, cada município que compõe a Mesorregião Sul deverá inscrever dois participantes, sendo um representando o poder público e outro a sociedade civil. A inscrição encerra na segunda-feira (7).

O evento disponibilizará hospedagem e alimentação dos inscritos. “O deslocamento, entretanto, ficará por conta de cada município”, ressaltou a chefe da Assessoria de Planejamento e Ações Estratégicas da Secma, Rozenir Mesquita. As inscrições estão sendo feitas pela Assessoria de Planejamento. Outras informações pelos telefones (98) 3221-9552, 3266-1311 ou pelo e-mail assplan@cultura.ma.gov.br

Do Jornal Cazumbá

Read Full Post »

Desde a semana passada, a Praça Maria Aragão tem sido o terreiro oficial dos brincantes de São João em São Luís.  Segundo a prefeitura, promotora do Arraial, até o dia 04 de julho os ludovicenses e turistas poderão presenciar e participar da festa junina, que contará com mais de 250 grupos folclóricos, além de shows com artistas maranhenses e grupos de forró pé-de-serra.

Para os que desejam se programar, de hoje (07) até quarta-feira (09), a programação do Arraial da Maria Aragão está assim:

07/06 (segunda-feira)

19h – Dança Portuguesa Alegria de Portugal

20h – Tambor de Crioula de Ubaldo

21h – Show de Rose Maranhão

22h – Cacuriá do Jhon

23h – Bumba-meu-boi do Una

00h – Bumba-meu-boi do João Paulo

08/06 (terça-feira)

19h – Cacuriá Cacurelê

20h – Dança Portuguesa Um Sonho em Portugal

21h – Show de Celso Reis

22h – Bumba-meu-boi Brilho do Jardim América

23h – Bumba-meu-boi de Penalva

00h – Bumba-meu-boi de Redenção

09/06 (quarta-feira)

19h – Dança do Boiadeiro Gibão de Couro

20h – Tambor de Crioula Lírio de S. Benedito I

21h – Show de Chico Maranhão

22h – Bumba-meu-boi Laço de Amor

23h – Bumba-meu-boi de Axixá

00h – Bumba-meu-boi Capricho do Bom Jesus

Read Full Post »

O poeta, crítico e dramaturgo maranhense Ferreira Gullar, que completará 80 anos no dia 10 de setembro, é o ganhador do Prêmio Camões 2010. O anúncio foi feito esta segunda-feira em Lisboa pela ministra da Cultura de Portugal, Gabriela Canavilhas.

O júri responsável pela escolha é presidido por Helena Buescu, da Universidade de Lisboa, e formado ainda pelo português José Carlos Seabra Pereira, da Universidade de Coimbra; pela santomense Inocência Mata, da Universidade de Lisboa; pelo escritor e jornalista moçambicano Luís Carlos Patraquim; e pelos escritores brasileiros Antonio Carlos Secchin, da UFRJ; e Edla van Steen.

O Camões, que é dado como reconhecimento ao conjunto de uma obra, é o mais importante prêmio literário da língua portuguesa. Criado em 1989, quando foi concedido ao poeta português Miguel Torga, tem entre seus ganhadores recentes o português Antonio Lobo Antunes (2007), o brasileiro João Ubaldo Ribeiro (2008) e o cabo-verdiano Arménio Vieira (2009). Gullar entregou recentemente à editora José Olympio os originais de um novo livro de poesia, que será lançado no segundo semestre.

Do G1.

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: