Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘educação’ Category

A coordenação do Projeto Educacional de Inclusão Social – PROJEDIS da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) estará realizando inscrições para professores voluntários. Os universitários interessados em ministrar as disciplinas do Curso Pré-vestibular devem ser alunos da UFMA, estar a partir do 4º período dos cursos de licenciatura em Ciências Biológicas, Química, Física, Matemática, Filosofia e Educação Artística e ter disponibilidade à noite.

A coordenação informa ainda aos interessados que o projeto oferece certificado de atuação na licenciatura trabalhada no ano letivo e em alguns casos (conforme acordo com DA’s) poderá ser usado como estágio curricular supervisionado.

As inscrições para professores interessados podem ser feitas do dia 17 a 24 de março pelo e-mail: projedisufma@hotmail.com, conforme modelo presente no blog do Projeto projedis.blogspot.com

Fonte: Ascom/UFMA

Anúncios

Read Full Post »

Deu no blog do Décio Sá:

Professores do Maranhão recebem 77% a mais que os de São Paulo

O Piso salarial para professores iniciantes com curso superior no Maranhão já é o maior do Brasil. É quase 4 vezes, por exemplo, do Rio Grande do Sul.

Dados do Consed, publicados na edição de número 387 do Brasil Econômico, de 11/03/2011

Caso o governo do estado do Rio Grande do Sul queira equiparar os salários dos seus professores aos vencimentos já em vigor no estado do Maranhão, terá que dar de uma só vez um aumento de 378% aos seus docentes. E não é só em relação ao estado gaúcho que os professores daqui levam larga vantagem em termos de remuneração. O piso salarial de um professor iniciante com curso superior, no Maranhão, é 77% maior do que recebe o mesmo profissional em São Paulo, que é o estado mais rico do Brasil.

Todos os estados brasileiros tiveram divulgados os valores dos pisos que praticam com os professores. Levantamento feito pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação, Consed, está na edição do último final de semana do jornal Brasil Econômico (www.brasileconomico.com.br), página 6 do primeiro caderno. O Maranhão paga R$ 1.631,00 para professor de 20 horas semanais e duas vezes isso para os que possuem duas matrículas, ou seja, duas jornadas que resultariam em 40 horas semanais.

O Brasil Econômico comete um erro quando diz em sua capa que o maior salário é o praticado no estado do Tocantins, de R$ 2.864,62. Só que em Tocantins o piso tem como referência 40 horas semanais, o dobro da carga horária no Maranhão. Aqui, o professor de 40 horas ganha duas vezes R$ 1.631,00, portanto R$ 3.262,00, 14% a mais que no outro estado.

A publicação do jornal paulista reforça que o piso salarial nacional da categoria em greve no Maranhão é de R$ 1.187,08 para uma jornada de 40 horas semanais. O governo do Maranhão paga a quem tem jornada de 40 horas semanas 175% a mais do que determina o piso nacional.

Read Full Post »

A Universidade Estadual do Maranhão (Uema) apresentou, nesta quarta-feira (12), no auditório da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (Centro), o Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioespacial e Regional. Após a solenidade de abertura, o professor Francisco de Assis Mendonça ministrou a palestra “Desafios socioambientais Urbanos”.

O objetivo do programa é promover a produção e a difusão de conhecimentos acerca dos processos de desenvolvimento, fortalecer a pesquisa, além de promover o intercâmbio acadêmico e a articulação com instituições públicas e privadas. O mestrado vem sendo idealizado desde 2006 e foi aceito em 2010. A professora Terezinha Moreira Lima percebeu que o quadro de docentes com doutorado na área de humanas da Uema era pequeno e viu a possibilidade de modificar essa realidade implantando um programa de pós-graduação capaz de responder particularidades regionais.

Durante o processo de organização do Programa, a Uema contou com a colaboração de professores de várias instituições, a exemplo, Daniel Hogan e Rosana Baeninger, ambos do Programa de Pós-graduação em Demografia da Unicamp. Contou, ainda, com apoio das Universidades Federais do Maranhão (Ufma), do Pará (UFPA), do Rio de Janeiro (UFRJ), de Pernambuco (UFPE), do Amazonas (UFAM) e da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). projeto foi aceito em março de 2010 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPS).

O edital deve ser lançado na próxima semana, indicando o local de inscrição e os documentos necessários para o seletivo. O tema está organizado em torno da área de concentração Desenvolvimento e Diversidade Regional, e das linhas de pesquisa: Desenvolvimento, Estado e Diversidade Regional; Região, Territorialidade e Movimentos Sociais.

Do Imparcial Online

Read Full Post »

Lesados

Espetáculo de teatro com o grupo Bagaceira, no qual os personagens andam pelas cidades, pequenas e grandes no limite de suas vidas, prestes a nascer ou morrer. O projeto foi selecionado pelo Programa BR de Cultura 2009/2010, da Petrobrás Distribuidora. (RJ).

Dias 11 (terça) e 12 (quarta) às 20h

Produção: André Lobão

Ingressos: Preço Único: R$ 16,00 (inteira) e R$ 8,00 (meia-entrada)

Indicação: Livre

Duração: 50 min.

Encerrramento dos cursos do NAE

Espetáculos de teatro, dança e canto coral com alunos do Núcleo Arte Educação (NAE) do TAA.

– 10h – (teatro) – Pluft “o Fantasminha”, de Maria Clara Machado com  alunos da turma de teatro II;

– 17h – (musical)- Casa de Brinquedos  com alunos de dança, teatro I e canto coral.

Dia 13 (quinta) às 10h e às 17hProdução: NAE/TAA

Ingressos: Alunos de escolas públicas agendadas com a produção

Indicação: Livre

Duração: 2h

Criolina – Cine Tropical

Show de lançamento do álbum Cine Tropical, da dupla Alê Muniz e Luciana Simões, acompanhada de banda. O espetáculo e disco éinspirado no universo do cinema e reúne romance, aventura, bang bang, ficção científica e chanchada. (SL)

Dia 14 (sexta) às 21h

Produção: Pegada Produções

Ingressos: Preço único R$ 20,00 (inteira) / R$ 10,00 (meia-entrada)

Indicação: Livre

Duração: 1h30

Fantasy, A Magia das Fadas

Espetáculo de dança com participação de bailarinas do Centro de Dança Solange Costa e convidada a Kahina Barros de São Paulo. (SL)

Dia 16 (domingo) às 19h30

Produção: Solange Costa Produções

Ingressos: Preço Único  R$ 22,00  (na bilheteria do TAA)

Indicação: Livre

Duração: 1h15

** Ingressos, quando à venda, estarão à disposição na bilheteria do TAA, de terça a domingo a partir das 14h.

OBS: Os ingressos serão colocados à venda em conformidade com a Lei Municipal nº 4.729 de 28 de dezembro de 2006 (Lei da Meia-Entrada) segundo a qual 1/3 (um terço) dos bilhetes de qualquer ordem da platéia deverão ser disponibilizados para a meia-entrada para estudantes com carteira e idosos (60 anos). Os estudantes devem apresentar a carteira no ato da compra do ingresso e na entrada para o espetáculo.

Read Full Post »

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) lançou dois editais de concursos públicos para as carreiras técnico-administrativa e do magistério do ensino básico, técnico e tecnológico. São oferecidas 239 vagas, sendo 99 para cargos administrativos e 140 para professor. As inscrições estão abertas até o dia 25 de maio e podem ser feitas no site www.ifma.edu.br.

No concurso para técnico-administrativo estão disponíveis 37 vagas para nível superior e 62 para nível médio, distribuídas em dez campi e na Reitoria. A inscrição para esses cargos custa R$ 55 (superior) e R$ 35 (médio). A prova objetiva terá 36 questões e será aplicada no dia 20 de junho em 15 cidades maranhenses.

A inscrição para os cargos do magistério custa R$ 65. Haverá prova escrita de conhecimentos gerais no dia 6 de junho e prova didática no período de 11 a 13 de junho. As 140 vagas estão distribuídas em 45 áreas do conhecimento. Os aprovados irão atuar nos campi da capital e do interior do Estado.

Informações: Imirante.com

Read Full Post »

O Ministério da Educação (MEC) liberou as inscrições para o novo Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies). As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet, por meio do Sistema Informatizado do Fies (Sisfies), disponibilizado nos sites do MEC e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O programa federal financia a graduação de estudantes no ensino superior que não têm condições de arcar com os custos da formação e estão regularmente matriculados em instituições particulares, cadastradas no programa e com avaliação positiva no MEC. Estudantes que têm bolsa parcial do Programa Universidade para Todos (ProUni) também podem solicitar o financiamento.

Inscrições exclusivamente pela internet

Uma das principais novidades é que, a partir de 2011, só estudantes que tiverem participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) poderão pedir o Fies. Neste ano, ainda não será necessário.  Outra alteração é que o estudante poderá solicitar o financiamento em qualquer período do ano.

De acordo com portaria publicada no Diário Oficial, serão oferecidas inscrições apenas para cursos que tenham avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), vinculados às instituições de ensino superior cujas mantenedoras tenham aderido ao Fies. As bolsas poderão ser de 50%, 75% e 100%.

Terão financiamento, independentemente da existência de limite de recurso da mantenedora, estudantes bolsistas parciais do Programa Universidade para Todos (ProUni) e estudantes que optarem por inscrição em curso de licenciatura. Não será concedido financiamento pelo fundo a cursos superiores de ensino a distância.

Desde o início do ano, o governo federal já anunciou várias alterações no Fies. Em março, o Conselho Monetário Nacional (CMN) reduziu a taxa de juros do fundo de financiamento para novos contratos de 3,5% para 3,4% ao ano.

Em janeiro, o governo já havia reduzido os juros dos contratos, que chegavam a 6,5%. A área econômica também tinha dilatado prazos de financiamento, de duas para três vezes a duração do curso.

Por enquanto, o novo Fies continua solicitando a obrigatoriedade de fiador, convencional ou solidário. O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse pretender acabar com essa obrigatoriedade até o final de 2010. Segundo o MEC, a ideia é criar um fundo para garantir os pagamentos.

OUTROS BENEFÍCIOS

Entre os novos benefícios, segundo a nova lei do Fies, publicada no início deste ano, está o abatimento de 1% da dívida para os jovens que optarem por licenciaturas e atuarem como professores da rede pública de educação básica com jornada de, no mínimo, 20 horas semanais.

Serão contemplados também com o abatimento de 1% da dívida os alunos que optarem por medicina e atuarem no programa Saúde da Família em áreas prioritárias definidas pelo Ministério da Saúde. Formados em medicina terão ainda o período de carência estendido enquanto durar a residência médica.

O benefício é válido para os que ingressarem em programas de residência credenciados pela Comissão Nacional de Residência Médica e em especialidades prioritárias definidas pelo Ministério da Saúde.

O fundo de financiamento beneficiará ainda alunos de cursos técnicos de nível médio, desde que haja disponibilidade de recursos. Por enquanto, quando abrirem as inscrições, será possível pedir o financiamento apenas para graduação.

O lançamento do Fies deste ano era planejado para março. Segundo o ministério, a demora foi causada pela mudança do agente operador do financiamento, que deixou de ser a Caixa Econômica Federal (CEF) e passou a ser o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). O atraso ocorreu na migração dos dados. Atualmente quase 490 mil alunos se beneficiam do financiamento estudantil.

Inscrições no site: http://sisfiesportal.mec.gov.br/

Fonte: G1, São Paulo

Read Full Post »

Parceria entre SEMUSC e SEMED irão realizar um projeto nas escolas de ensino médio de São Luís que trata sobre a violência (também chamada, “bullyng”), tal iniciativa visa o trabalho de uma cultura de paz na rede municipal.

Em Pinheiro, o guarda municipal Antonio Bergson, inciou o projeto “Bullyng, Estou Fora” e o mesmo já obteve grande aprovação da população. Na escola, os guardas desempenham tarefas de conscientização, oferencendo palestras, peças teatrais e videos, contra a prática da violência nas escolas.

Segundo Bergson, o bullyng escolar é uma forma de violência caracterizada pela intimidação e agressões físicas ou morais, sendo assim, usada contra alunos incapazes de se defender. E, o movimento tem crescido, semana passada ocorreu o I Seminário sobre o Bullyng Escolar, com o apoio da Prefeitura de São Luís.

Nosso Maranhão está ligado nestes projetos sociais também, e compromete-se a divulgá-lo cada vez mais para o nosso público que tem interesse. Ah, por falar neles, quem quiser colaborar mandando sugestão sobre o que quer ler em nosso blog, por favor, sinta-se à vontade para nos deixar um recado. Nosso Maranhão é nosso, independente se você acessa do outro lado do mundo!

Fonte: Portal Elo


Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: